Lojas Renner (LREN3) lucra R$ 257,9 milhões no terceiro trimestre de 2022, alta de 50% no ano

Lojas Renner (LREN3) lucra R$ 257,9 milhões no terceiro trimestre de 2022, alta de 50% no ano

A Lojas Renner (LREN3) registrou lucro de R$ 257,9 no terceiro trimestre de 2022 (3T22), informou a companhia de moda nesta quinta-feira (3), alta de 50% na base anual.

Já o lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado foi de R$ 459,5 milhões, crescimento de 5%.  A receita líquida, por sua vez, chegou a R$ 2,61 bilhões, com alta de 10,3% na comparação ano a ano.

As projeções Refinitiv eram de lucro de R$ 163,5 milhões, Ebitda de R$ 360,38 milhões e receita de R$ 3,074 bilhões.

A receita, segundo a Lojas Renner, foi impulsionada pela boa aceitação da coleção de transição entre inverno e verão, bem como pela melhora da experiência de compra – ambos fatores teriam compensado o fato de as temperaturas mais baixas terem se estendido por mais tempo em 2022.

Já o Ebitda foi avançou, parcialmente, pela melhora do lucro bruto, com a varejista diluindo parte do custo dos produtos vendidos (CPV).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“A margem bruta do varejo se manteve saudável, com evolução de 0,4 ponto percentual ante o mesmo trimestre do ano anterior e com
trajetória de recuperação em direção a patamares pré-pandemia”, diz a Lojas Renner no documento publicado no início da noite desta quinta-feira (3). “Esta performance é decorrente dos ajustes parciais dos efeitos da inflação e câmbio nos preços de venda, bem como da correta composição dos estoques, com qualidade, idade e mix, refletindo a aceitação da coleção”.

Leia também:

A companhia, contudo, viu suas despesas operacionais saltando 16,3% no ano, para R$ 1,01 bilhão, com a participação desta frente na receita aumentando levemente no ano, de 36,5% para 38,5%.

“Isso se deu, principalmente, por conta dos maiores níveis de Despesas Gerais e Administrativas, que refletem maiores investimentos no
desenvolvimento dos pilares do ecossistema de moda e lifestyle, bem como aos gastos atrelados ao novo centro de distribuição de Cabreúva”, justifica a Lojas Renner. ” Por outro lado, a participação das Despesas com Vendas apresentou redução em razão dos maiores volumes vendidos no trimestre”, compensam.

No braço financeiro, a varejista registrou uma receita crescendo 46,1%, para R$ 366,3 milhões, mas viu também as perdas em créditos crescerem 216,8%, a R$ 236,9 milhões. O resultado líquido desse braço , com isso, caiu 74,5% na base anual, saindo de R$ 74,5 milhões para R$ 19 milhões.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A companhia menciona que a deterioração se deu devido ao cenário de crédito no Brasil. A carteira de crédito da Lojas Renner saltou 51,8% no ano, para R$ 5,6 bilhões.

Por fim, a varejista viu seu lucro líquido impulsionado por um melhor resultado financeiro, que foi negativo em R$ 100 mil, ante R$ 18,5 milhões no terceiro trimestre de 2021.

Apesar de as despesas financeiras terem avançado 83,8% na comparação, para R$ 240,6 milhões, por conta principalmente dos maiores gastos com juros, a empresa viu suas receitas financeiras saltarem 113,9%, por conta da variação cambial e rendimentos de aplicações.

A Lojas Renner fechou setembro com um caixa líquido de R$ 998,6 milhões, ante R$ 2,4 bilhões no mesmo período de 2021.

Cadastre-se e saiba como utilizar o melhor das estratégias usadas pelos maiores investidores do mundo para aumentar seu patrimônio

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *