Maior do século, Dudu se consolida entre grandes ídolos do Palmeiras

Maior do século, Dudu se consolida entre grandes ídolos do Palmeiras

O ano era 2015. Corinthians e São Paulo disputavam a contratação de um promissor atacante que havia se destacado no Grêmio. Dudu não queria ter de voltar para o Dínamo de Kiev, da Ucrânia. Seu destino estava selado, ele jogaria na capital paulista. Mas o destino não seria o Morumbi nem Itaquera. O Palmeiras atropelou as negociações, deu um “chapéu” nos rivais, e contratou o jogador.

A chegada de Dudu, na ocasião, representou a retomada da confiança por parte da torcida e do clube. Sete anos após, a decisão se provou um grande acerto tanto para Dudu quanto para Palmeiras.

Com a conquista do Verdão do Brasileiro deste ano, o camisa 7 se isolou como o único jogador do elenco presente nos três títulos palmeirenses no Brasileirão neste século (2016, 2018 e 2022).

Para grande parte dos torcedores alviverdes, ele é o maior jogador deste século. Ao longo dos anos, o atacante de 30 anos foi empilhando taças e acumulando recordes com a camisa do Palmeiras. Além dos brasileiros, soma os títulos da Copa do Brasil (2015), da Libertadores (2020 e 2021), do Campeonato Paulista (2020 e 2022) e da Recopa Sul-Americana (2022). São nove taças no total, o que coloca Dudu na sexta posição na lista de atletas com mais conquistas em toda a história do Alviverde, ao lado de Oberdan Cattani e Carnera.

Na atual temporada, ele é o único atleta a disputar as 35 partidas do Palmeiras neste Brasileirão. No ano, são 63 jogos, com dez gols e 11 assistências. Ao todo, o camisa 7 tem 398 jogos, com 85 gols e 93 assistências.

“Senhor Allianz Parque”

Para o palmeirense, Dudu representa mais do que um jogador vitorioso. Ele encarna o espírito do torcedor, uma extensão deles em campo. E essa sensação está atrelada ao estádio do clube.

Dudu é o único jogador presente no elenco desde a inauguração do Allianz Parque. Ele é o recordista de jogos na arena alviverde, com 174, mais vitórias (123), mais gols (39) e assistências (43).

Carrasco dos rivais

Dudu comemora gol sobre o São Paulo

Imagem: Miguel Schincariol/Getty Images

O “chapéu” do Palmeiras no São Paulo e no Corinthians fez nascer um vínculo indelével entre Dudu e Palmeiras. E o resultado foram 12 bolas na rede do camisa 7 nos clássicos paulistas. É o segundo jogador do atual elenco com mais gols marcados pelo Verdão contra os grandes do Estado, atrás apenas de Raphael Veiga, com 13. Dudu soma cinco gols sobre o São Paulo, quatro contra o Santos e três diante do Corinthians.

Mas não foram apenas os gols. Tem golaço de cobertura contra o São Paulo, em 2017. Teve provocação em comemoração de gol sobre o Corinthians, em 2016, quando pegou um boné para lembrar o “chapéu” que o Palmeiras deu no rival para contratá-lo; fez os dois gols contra o Santos pela final da Copa do Brasil 2015.

O golaço de cobertura sobre o Fortaleza, na vitória sobre 4 a 0 que sacramentou o título brasileiro deste ano, só serviu para aumentar o vínculo afetivo entre Dudu e sua gente. Agora, ele espera só aumentar seus números e enriquecer sua história com a camisa do Palmeiras.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *