Técnico do Santos explica escalação controversa e valoriza vitória

Técnico do Santos explica escalação controversa e valoriza vitória

Após a vitória nos acréscimos do Santos sobre o Atlético-GO, por 3 a 2, hoje (2), no Antônio Accioly, pela 35ª rodada do Brasileirão, o técnico Orlando Ribeiro valorizou a superação da equipe em busca do resultado não só pela circunstância do jogo, mas também pelo fim da sequência de dois jogos sem vencer na competição e que coloca o time ainda com chances de brigar pelo G8.

“Para nós foi importante ter acontecido a vitória e da maneira que foi porque prova que os atletas estão com o intuito de chegar aos pontos de uma Libertadores. E nós já vínhamos de duas derrotas seguidas e isso nos incomoda muito pelo tamanho, pela grandeza. Então, a superação falou mais alto que o resultado”, avaliou.

O treinador também explicou sobre a escalação da equipe diante do time goiano. Orlando Ribeiro insistiu numa formação com dois meias, apostando mais uma vez em Carlos Sánchez no time titular e apenas um volante. O Santos sofreu na marcação e só chegou à vitória nos minutos finais, quando Sánchez e Carabajal saíram para as entradas de Sandry e Vinicius Zanocelo.

“O Carabajal entrou no lugar do Edcarlos. Achamos que ali precisaria de uma marcação melhor. Não é um jogador que tem a mesma característica do Ed. O Sanchez no lugar do Rodrigo, é uma questão de ficar mais com a bola, de orientação dentro de campo. É um atleta experiente. A ideia com os dois era essa, dar uma sustentação de marcação e de posse de bola”, ponderou.

Com a vitória, o Santos chegou a 46 pontos e ocupa a 12ª colocação na tabela do Brasileirão. O time está a cinco pontos do São Paulo, que atualmente fecha a zona de classificação à Libertadores do ano que vem. Restando apenas três jogos, o Santos vai finalizar a temporada com confrontos diante de Avaí, Botafogo e Fortaleza.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *