AMD anuncia FSR 3 para 2023 entregando o dobro de desempenho em relação ao FSR 2

AMD anuncia FSR 3 para 2023 entregando o dobro de desempenho em relação ao FSR 2

Empresa ainda anunciou HYPR-RX, tecnologia parecida com NVIDA DLSS 3 e Reflex juntos

Ao anunciar a nova arquitetura gráfica RDNA 3, AMD também nos deu uma palhinha da nova geração de seu recurso de upscaling de imagem, o FidelityFX Super Resolution. A empresa prometeu que o FSR 3 chega no ano que vem com duas vezes mais desempenho que a a atual geração da tecnologia.

Em uma breve apresentação, a AMD revelou que o FSR 3 fará parte da Unreal Engine 5, que fará uso do hardware dedicado da AMD com as GPUs RDNA 3. Na demo apresentada durante o evento, uma Radeon RX 7000 conseguiu sair de 60 FPS usando o FSR 2 para mais de 110 FPS com o FSR 3.

A nova geração do FidelityFX Super Resolution terá suporte a uma tecnologia chamada “Fluid Motion Frames”. Mesmo sem ter detalhado como funcionará, é inegável que o nome nos remete ao “Optical Flow Accelerators” e o “Motion Vectors” do DLSS 3, estes que são responsáveis por entregar o famoso “frame que não existe” nos jogos com o recurso ativado.

Além da parceria com a Unreal Engine 5, a AMD também anunciou que a Ubisoft estará adotando o FSR 3 com seu motor gráfico proprietário Snow Drop 2.0. A apresentação da empresa também mencionou parceria em jogos como The Callisto Protocol e Forspoken.

AMD terá solução similar ao NVIDA Reflex

A AMD anunciou ainda a tecnologia AMD HYPR-RX, onde é necessário somente “um clique para taxas de quadros mais rápidas e menor latência”, mostrando Dying Light 2 saindo de 90 FPS e 30 ms para 166 FPS e 11 ms. Algo parecido com o DLSS 3 com o NVIDIA Reflex. Este novo recurso está previsto para o primeiro semestre de 2023. A AMD disse ainda que, atualmente, o FSR está em 216 jogos.

Em relação a nova arquitetura gráfica, RDNA 3, seu maior diferencial é o encapsulamento de chiplets separando o die principal e o die para memória cache. Dessa forma, RDNA 3 se torna a primeira arquitetura gráfica a adotar GPUs com chiplets no mundo.

O die principal, que fará a computação gráfica (GCD), é fabricado em 5nm, enquanto que o die para memória cache (MCD) é feito em 6nm. As GPUs RDNA 3 entregarão até 61 TFLOPs, contra os 23 TFLOPs máximos da arquitetura RDNA 2 com a Radeon RX 6950 XT. Além disso, são 5.3 TB/s de velocidade de comunicação entre os diferentes chiplets. 

As estrelas do anúncio, claro, foram as placas de vídeo Radeon RX 7900 XTX e RX 7900 XT, que chegam no dia 13 de dezembro por US$ 999 e US$ 899 respectivamente.


AMD revela GPUs Radeon RX 7900 XTX e RX 7900 XT baseadas em RDNA 3 custando até US$ 999

AMD revela GPUs Radeon RX 7900 XTX e RX 7900 XT baseadas em RDNA 3 custando até US$ 999
Placas chegam no dia 13 de dezembro

…..

Grupo de Ofertas do Adrenaline

Via: VideoCardz

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *