Arsenal consegue vitória simples, escapa de ‘pedreiras’ e garante vaga direta nas oitavas da Europa League

Arsenal consegue vitória simples, escapa de 'pedreiras' e garante vaga direta nas oitavas da Europa League

Gunners contaram com golaço de Tierney para vencerem o Zürich por 1 a 0 e passarem em primeiro no Grupo A


O Arsenal venceu o Zürich por 1 a 0, nesta quinta-feira (3), em duelo válido pela última rodada da fase de grupos da Uefa Europa League. O resultado ajudou o time de Londres a avançar na primeira colocação do Grupo A. Com isso, os Gunners fogem de enfrentar os times que vieram da Uefa Champions League e estão nas oitavas de final do torneio. Já o Zürich dá adeus à competição na lanterna da chave.

Como foi a partida?

O Zürich se mostrou corajoso no início da partida. Contando com a força de sua torcida, que lotou o setor de visitante no Emirates, os suíços mantiveram o ritmo forte desde os primeiros minutos e contavam com boas escapadas de Rohner nas costas de Gabriel Magalhães pelo lado direito.

Por outro lado, o Arsenal tinha dificuldades em colocar a bola no chão e praticamente não conseguia construir nada do meio para frente por conta da forte marcação do Zürich. Mas, em meio à dificuldade, os Gunners subiram suas linhas e pressionaram o time visitante na base do ‘abafa’.

A tática deu resultado e o gol veio logo aos 16 minutos. Após bate rebate na entrada da área, Tierney acertou um belo chute cruzado, sem chances para o goleiro. O confronto ficou ainda mais aberto após o gol. Gabriel Jesus saia bastante da área e se destacava em lances individuais com lindos dribles em cima dos rivais.

Os dois times também abusaram das faltas duras depois do placar aberto. Por mais de uma vez, a arbitragem precisou pedir calma aos atletas, que não tiravam o pé das divididas e mantinham a partida em alta velocidade.

O primeiro grande susto causado pelos suíços aconteceu aos 34 minutos. Em chute de fora da área, a bola desviou em Elneny e quase matou Ramsdale, que se recuperou e conseguiu difícil defesa. O Arsenal deu o troco logo em seguida com Nketiah, de cabeça, mas Brecher foi buscar quase no ângulo esquerdo.

Os Gunners desperdiçaram excelente oportunidade minutos depois com Fábio Vieira. O português recebeu passe açucarado na entrada da área, mas bateu fraco e mandou em cima da marcação. A vitória parcial ao apito final dava aos Gunners a classificação em primeiro lugar para a próxima fase da Uefa Europa League.

O segundo tempo começou com pressão total do Arsenal para evitar a ‘zebra’. Logo no primeiro lance, Gabriel Jesus, na pequena área, parou em grande defesa de Brecher. Os suíços não tinham mais a mesma intensidade do primeiro tempo, mas se mostravam com um posicionamento mais ofensivo.

A questão é que até os 15 minutos do segundo tempo, o Arsenal tinha total controle do duelo e não dava chances de recuperação aos visitantes. Mas, o que era tranquilidade virou um baita susto para os donos da casa quando o Zürich chegou a empatar a partida. Para a sorte do Arsenal, o impedimento foi marcado. O tento invalidado inflamou a torcida visitante, que fazia muito barulho no Emirates.

O Arsenal mostrava sérias dificuldades de criação e praticamente não ameaçava os suíços. Por outro lado, os visitantes se mostravam ofensivos, mas erravam demais e pouco conseguiam fazer em campo. Viunnyk quase empatou com um belo chute de esquerda de fora da área, mas a bola passou por cima do travessão de Ramsdale.

O Zürich foi para cima de vez nos minutos finais e passou a assustar com perigosos cruzamentos para a área. Nos acréscimos, Ramsdale precisou se atirar na bola após cruzamento rasteiro pela direita e salvou a vida dos Gunners. Ao apito final, alívio e festa no Emirates com a ida do Arsenal às oitavas de final da Europa league.

Situação no campeonato

O Arsenal avança às oitavas de final da Uefa Europa League na primeira colocação do Grupo A com 15 pontos. O Zürich dá adeus ao torneio com a última posição da chave, com apenas três pontos.

Foi bem: Gabriel Jesus

O brasileiro se entregou demais ao longo do período que esteve em campo. Gabriel saiu bastante da área e aplicou lindos dribles, conduzindo os Gunners ao ataque em diversas vezes. O gol não aconteceu, mas não tira a boa atuação do atacante.

Foi mal: Rohner

O atacante do Zürich era a válvula de escape dos suíços no primeiro tempo, mas não aproveitou os lançamentos recebidos. Foi sacado no intervalo para entrada de Marchesano.

Próximos compromissos

O Arsenal visita o Chelsea, em clássico pela Premier League, no dia 6 de novembro, às 9h. O duelo terá transmissão ao vivo pela ESPN no Star+. O Zürich visita o Lugano, no mesmo dia, às 12h30, pelo Campeonato Suíço.

Ficha técnica: Arsenal 1 x 0 Zürich

Arsenal: Ramsdale; White (Tomiyasu) (Cèdric), Holding, Gabriel Magalhães, Tierney; Fábio Vieira (Odegard), Elneny (Partey), Lokonga; Nelson, Nketiah e Gabriel Jesus (Saka). Técnico: Mikel Arteta.

Zürich: Brecher; Borannijasevic, Kamberi, Katic, Aliti (Santini); Conde (Krasniqi), Selnaes (Hornschuhu), Adrià Guerrero; Rohner (Marchesano), Tosin (Viunnyk) e Okita. Técnico: Bo Henriksen

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *