Procurador do STJD quebra silêncio e entrega sobre adiamento de julgamento do Sport que pode beneficiar o Vasco na Série B

Procurador do STJD quebra silêncio e entrega sobre adiamento de julgamento do Sport que pode beneficiar o Vasco na Série B

Vasco

O procurador do STJD entregou sobre adiamento de julgamento do Sport e revelou qual impacto terá na Série B

Procurador do STJD quebra silêncio e entrega sobre adiamento de julgamento do Sport
© Foto: Thiago Ribeiro/AGIFProcurador do STJD quebra silêncio e entrega sobre adiamento de julgamento do Sport

O Vasco tem uma decisão importante dentro de campo diante do Ituano no próximo domingo (6), às 18h30, pelo Campeonato Brasileiro da Série B, que vale a classificação para a elite da competição. Entretanto, o Cruzmaltino enfrenta outra batalha, mas agora fora das quatro linhas, já que vive a expectativa do julgamento do Sport no STJD pelos atos de violência e invasão de campo, no confronto entre o Gigante da Colina, na Arena do Retiro.

A esperança da equipe é que a punição do Sport pode render pontos ao Vasco, garantindo assim o acesso no Brasileirão. Entretanto, o adiamento do julgamento preocupou a diretoria da equipe carioca, que se manifestou através de nota oficial. Mas, de acordo com informações do procurador geral do STJD, Ronaldo Piacente, o adiamento foi necessário.

O procurador destacou que havia dado razão para o arquivamento da denúncia do Vasco, mas que não conseguiria analisar, sendo necessário assim separar os processos. “Eu não podia fazer dois julgamentos sobre os mesmos fatos. O Sport pediu a reconsideração da denúncia ao procurador-geral, que sou eu. Eu analisei e vi fundamento em pouquíssimo tempo e não tive outra escolha, tive de adiar todo o julgamento para que tudo fosse julgado junto”, destacou

Quando questionado sobre a imagem do campeonato diante da decisão, o procurador destacou que não irá prejudicar por estar encerrado. “Eu acho salutar para o campeonato que o tribunal decida depois. Não temos de interferir em resultado de campo. Acaba o campeonato e a gente decide. Julgar isso agora é muito pior. E eu não posso desmembrar os fatos. O Sport só recorreu no último dia 31”, afirmou.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *