o que esperar da Sérvia, rival de estreia do Brasil?

o que esperar da Sérvia, rival de estreia do Brasil?

GET FREE FOLOWERS TIKTOK

GET FREE INSTAGRAM TIKTOK

O primeiro adversário do Brasil na Copa do Mundo aposta em uma das mais goleadoras duplas de ataque do planeta e em uma geração que já sentiu o gostinho de derrotar a equipe canarinho em um momento importante.

Das três seleções com quem os comandados de Tite terão de medir força durante a primeira fase do Qatar-2022, a Sérvia, rival de amanhã, a partir das 16h (de Brasília), no estádio Iconic, em Lusail, é a que vive o melhor momento.

Os comandados de Dragan Stojkovic estão invictos há seis partidas (cinco vitórias, com direito a goleadas sobre Eslovênia, Suécia e Bahrein, e um empate) e mostraram força nas eliminatórias ao terminarem na liderança de uma chave que contava com o favoritismo de Portugal.

Os sérvios também acabaram de conquistar o acesso para a primeira divisão da Liga das Nações da Uefa. E, tão importante quanto, jogaram duas vezes contra a Noruega e só foram vazados uma vez pelo astro Erling Haaland.

Boa parte desse sucesso pode ser creditada ao momento espetacular vivido por seus dois centroavantes, Dusan Vlahovic (Juventus) e Aleksandar Mitrovic (Fulham). Sim, Stojkovic costuma escalar seu time com duas referências no ataque -ainda que essa formação talvez não seja escolhida para começar o jogo contra o Brasil por causa das condições físicas do jogador que atua na Inglaterra.

Juntos, os artilheiros sérvios já meteram 22 bolas nas redes só nesta primeira metade de temporada na Europa. O camisa 9 da “Velha Senhora” fez nove gols em 2022/23, e o artilheiro do Fulham ostenta média de 0,93 tento por partida no mesmo período.

Mitrovic, aliás, faz parte de uma geração que já sentiu o gostinho de derrotar o Brasil em uma competição importante.

Em 2015, a Sérvia foi campeã mundial sub-20 batendo justamente a seleção canarinho na decisão.

Além do centroavante que tem brilhado na Premier League, o campeonato nacional mais badalado do planeta, outros nomes importantes da equipe europeia no Qatar-2022, como o meia Sergej Milinkovic-Savic (Lazio) e o volante Nemanja Maksimovic (Getafe), também fizeram parte daquela vitória histórica por 2 a 1. Do lado brasileiro, somente Gabriel Jesus participou daquela derrota e hoje disputando a Copa.

Só que brasileiros e sérvios já se encontraram depois da partida dos garotos de sete anos atrás. Na Rússia-2018, eles também se enfrentaram na primeira fase. E o Brasil se deu melhor: ganhou por 2 a 0, com gols de Paulinho, hoje fora da seleção, e Thiago Silva, que continua titular absoluto da equipe de Tite.

A Copa do Qatar é a primeira disputada no Oriente Médio e conta com a participação de sete das oito seleções que já levantaram a taça. Pela segunda edição consecutiva, a tetracampeã Itália não conseguiu a classificação e é baixa.

O torneio está sendo disputado no fim do ano, e não no seu período habitual (meses de junho e julho), por causa do calor que faz no país-sede durante o auge do verão no Hemisfério Norte.

Essa é a última edição da competição da Fifa com o formato que vem sendo utilizado desde a França-1998. A partir do Mundial seguinte, organizada por Estados Unidos, Canadá e México, serão 48 participantes na disputa pelo título.

Copa do Mundo – Grupo D

Amanhã, às 7h – Suíça x Camarões, Al-Janoub, em Al-Wakrah
Amanhã, às 16h – Brasil x Sérvia, Iconic, em Lusail
28/11, às 7h – Camarões x Sérvia, Al-Janoub, em Al-Wakrah
28/11, 13h – Brasil x Suíça, 974, em Doha
02/12, às 16h – Sérvia x Suíça, 974, em Doha
02/12, às 16h – Camarões x Brasil, Iconic, em Lusail

GET FREE FOLOWERS TIKTOK

GET FREE INSTAGRAM TIKTOK

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *