Ryzen 7 5800X3D e Radeon RX 6800: PC gamer com o melhor da AMD | Anlise / Review

Ryzen 7 5800X3D e Radeon RX 6800: PC gamer com o melhor da AMD | Anlise / Review

GET FREE FOLOWERS TIKTOK

GET FREE INSTAGRAM TIKTOK

A AMD é uma das desenvolvedoras de hardware para computadores que busca atender ao público gamer em uma série de componentes. Destacamos principalmente a atuação nos processadores e nas placas gráficas.

Para saber um pouco mais como funciona na prática esses chips nos jogos, o TudoCelular testou por empréstimo nas últimas semanas um PC gamer equipado com CPU Ryzen 5000 e GPU Radeon RX 6000 em modelos avançados. A gente te conta um pouco neste vídeo.

Principais especificaes



Este computador tem como principais destaques a presença do processador Ryzen 7 5800X3D e da placa gráfica Radeon RX 6800 da Gigabyte. Além da arquitetura Zen 3, a CPU tem como destaque a tecnologia do 3D V-cache, para aumentar o cache em nível três e chegar a uma performance superior. Na prática, o processador empilha o cache 3D para ampliar o desempenho sem aumentar o TDP.

Já a GPU é focada em jogadores que querem aproveitar os games em alta resolução e vem com um total de 16 GB de memória VRAM GDDR6. Ainda temos aqui a tecnologia Infinity Cache e a arquitetura RDNA2, a mesma presente nos consoles PlayStation 5 e Xbox Series X.

Os dois componentes são produzidos na litografia de 7 nanômetros da TSMC, o que garante o foco em alto desempenho e eficiência energética.

Esta máquina possui um gabinete Cooler Master H500P, que permite duas ventoinhas de 200 milímetros cada na frente, mais uma de 140 milímetros na parte traseira, além de slots na parte superior. O painel superior conta com portas para dois USBs 3.2 e dois USBs 2.0, além do jack de áudio e microfone.

Na parte interna, encontramos uma placa mãe da linha ROG Strix da ASUS, além de 64 GB de memória RAM Corsair Dominator, divididos em quatro pentes. Tudo devidamente iluminado com LEDs RGB.

Testamos em um monitor Samsung Odyssey G32, para aproveitar os 165 Hz de taxa de atualização presente nele, em uma resolução máxima Full HD, mais recomendada para explorar ao máximo o aumento do cache.

Benchmarks



Antes de falarmos especificamente sobre os jogos, vamos abordar os testes de benchmarks, para saber quais são os pontos fortes de uma máquina deste porte. Primeiro sobre o 3DMark, pudemos ver uma pontuação que passou dos 14.500 pontos e ficou próximo ao topo do indicador.

É nítido como a GPU RX 6800 impulsionou esse resultado e possibilita um desempenho suficiente para jogos de ponta, mesmo se você estiver usando um monitor com resolução Quad HD ou até mesmo 4K. Mas lembrando o que comentamos há pouco sobre o ideal ser Full HD, pelas características do processador.

Passando para o PCMark 10, observamos como a combinação da GPU com a CPU é um impulsionador para quem deseja usar também em criação de conteúdo. A parte de edição em geral permitiu uma pontuação elevada que atingiu praticamente a liderança do ranking, com a nota total de mais de 7.100 pontos.

Por outro lado, a presença do V-cache 3D resulta em impactos no desempenho em aplicativos ligados à CPU. Tanto que a performance deles aqui acabou sendo a pior categoria no benchmark.

Jogos



Agora, vamos falar do que mais interessa: o desempenho prático em jogos. Testamos em uma série de opções de diferentes gêneros para entender como este hardware se comporta nos títulos.

Começando por God of War, aqui destacamos o poder gráfico de aproveitar recursos como o Ray Tracing no jogo, o que aprimora bastante os cenários do game, especialmente nas áreas que mais conseguimos notar um contraste entre luz e sombra. A aventura de Kratos e Atreus pode ser jogada com uma média de aproximadamente 140 fps neste conjunto, na resolução Full HD.

Mas a tecnologia que dá maior realismo pode ser aproveitada com maior beleza em Marvel’s Spider-Man: Remastered e Miles Morales. Nas duas versões de títulos originários do PlayStation para o PC, o Ray Tracing é aproveitado em sua totalidade em cenários mais propícios para se notar os aprimoramentos gráficos.

Temos o recurso aplicado tanto nas sombras quanto nos reflexos por aqui, sem que isso afete na taxa de quadros por segundo, que é capaz de chegar no máximo suportado de 165 fps sem grandes problemas.

Passando para DOOM Eternal, o que impressiona aqui é a qualidade nos contrastes de luz e sombra e também na alta fluidez, o que permite se deslocar livremente no ritmo frenético proporcionado pelo game.

Continuamos no estilo de tiro em primeira pessoa, agora no cenário mais competitivo de CS:GO. Este é um jogo que não exige tanto hardware para rodar, mas demanda um bom conjunto para oferecer uma quantidade de quadros por segundo necessária para performar melhor.

E neste ponto, não tivemos problemas por aqui. É possível atingir taxas fps altíssimas e ter uma experiência bastante suave, para não sofrer qualquer problema durante a sua jogatina.

Mesmo em títulos menos sofisticados, como Sackboy: Uma Grande Aventura, este hardware oferece texturas aprimoradas para deixar o jogo mais bonito, apesar da simplicidade dos movimentos e da limitação da taxa fps.

Do outro lado, testamos NBA 2K21 com um histórico de problemas para rodar em outras máquinas com hardware avançado. Mas aqui, não sofremos qualquer dificuldade. O game foi executado com ótima fluidez, gráficos com qualidade alta e extras ativados.

Também precisamos ressaltar o bom funcionamento dos coolers para manter estes componentes resfriados. Mesmo depois de bem exigidos, o processador ficou pouco acima de 40 graus, enquanto a GPU se mantinha em cerca de 60 graus.

Software



Por trás de um hardware potente, é importante também possuir um software completo para gerenciar os componentes. E aqui não funciona diferente. Estamos falando sobre o AMD Radeon Adrenalin.

Com o programa, você não fica limitado somente em checar eventuais atualizações disponíveis. Ele vai além e mostra vários detalhes sobre o desempenho do processador e da placa de vídeo.

É possível checar a temperatura, a velocidade clock dos componentes, o consumo de energia e em quais perfis eles estão selecionados, além de controlar como você quer os LEDs RGB dos componentes. Dá para conferir individualmente a performance média da GPU em cada jogo, para entender o quanto o título exige de poder gráfico.

Outra possibilidade está no famoso overclocking. Você pode aumentar a frequência do clock da GPU, para ampliar ainda mais os resultados satisfatórios em games. Mas se prepare também para turbinar as ventoinhas, se quiser frear o calor adicional gerado com o ganho de velocidade.

Neste caso, a CPU não permite aumento de clock pelas características de cache. Essa é uma forma que a AMD encontrou para se certificar de que o TDP não ultrapasse os 105W. Mas isso provavelmente não impactará tanto na sua jogatina.



AMD anuncia a chegada do Ryzen 7 5800X3D em abril e apresenta novos CPUs Ryzen 5000 e 4000





Economia e mercado
15 Mar




E o Brasil?! AMD lan





Lanamentos
18 Nov


Consideraes finais



Vimos aqui uma combinação de processador e placa de vídeo no segmento mais avançado, em uma máquina que não deixa a desejar em qualquer parte das suas especificações técnicas.

Percebemos que o Ryzen 7 5800X3D funciona bem em conjunto com a Radeon RX 6800. A presença de um ecossistema integrado de CPU e GPU da AMD favorece o desempenho e o gerenciamento conjunto dentro do mesmo software.

Nos games rodando em Full HD, não tivemos qualquer problema. Todos os títulos rodaram com alta fluidez e qualidade gráfica máxima, sem qualquer tipo de sofrimento. Destacamos a beleza nos gráficos de títulos como God of War e Marvel’s Spider-Man para PC, que conseguem se beneficiar ao máximo da tecnologia Ray Tracing.

Também ressaltamos a possibilidade de ter altas taxas fps em jogos que isso faz muito a diferença, como CS:GO e DOOM Eternal. Ainda reforçamos a possibilidade de melhorar a experiência em games mais simples, tal qual Sackboy, ou ainda rodar alguns problemáticos e bastante exigentes, como é o caso do NBA 2K21.

Para montar um PC com estas mesmas peças e gabinete, estimamos algo em torno de R$ 12 mil, principalmente devido ao preço dos pentes de memória Corsair Dominator, da CPU e da GPU. Caso prefira cortar pela metade a quantidade de RAM, poderá ficar mais próximo de R$ 10 mil o valor a ser desembolsado.

Entendemos que este é um computador para os fanáticos por jogos, que querem alta fluidez em qualquer situação, suporte às novas tecnologias, mas não se importam em jogar na resolução 4K nem vão demandar o mesmo rendimento em tarefas exigentes fora do mundo dos games.

Caso queira uma alternativa da NVIDIA para GPU sem perder rendimento, uma opção é a RTX 3090 Ti. Você terá altíssimo desempenho, porém não contará com a integração do ecossistema para gerenciamento conjunto.

Já se preferir um processador Intel no lugar, um modelo similar pode ser o Core i9-12900K. Ele irá oferecer desempenho bruto maior sem as limitações do cache 3D, ao mesmo tempo que também não terá os ganhos que o recurso proporciona na área gamer.

O que você achou do desempenho do Ryzen 7 5800X3D e da Radeon RX 6800? Você teria um computador com essas configurações na sua casa? Fale à vontade para a gente aí no espaço abaixo.

GET FREE FOLOWERS TIKTOK

GET FREE INSTAGRAM TIKTOK

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *